My Irreversible Point of View

Unfortunately freedom of speech is not totally respected in some parts of the world. That is why I decide to express my point of view in the name of those who are not allowed to express themselves. STAND UP, SPEAK UP! STOP THE TRAFFIK

Saturday, July 15, 2006

Um ritual doloroso

.

Em sentido restrito, o ritual é o conjunto de práticas exteriorizadas pelos seus praticantes para exaltar o contacto com o sagrado. Através dos rituais, as pessoas tornam de certa forma pública a sua identidade.
Em sentido amplo ou geral, os rituais consistem numa forma de manter a coesão dos grupos sociais em torno de uma determinada cosmologia. Servem ainda para aliviar a tensão emocional criada por situações de risco, como o nascimento, a morte e o casamento.

Tomei conhecimento de que nos Camarões existe um ritual que prejudica de certa forma o desenvolvimento normal do corpo das raparigas, nomeadamente durante a fase importatíssima da puberdade. Esse ritual é o chamado "engomar os seios".
"Engomar" os seios? Mas o que é isso? Esta prática bastante dolorosa e muito comum consiste em massajar os seios das meninas com objectivos, aquecidos ou não, com o intuito de impedir o desenvolvimento do peito e da feminilidade das raparigas.
Segundo um estudo realizado em Dezembro de 2005, nos Camarões, pelo antropólogo Flavien Ndonko, 24% das adolescentes são vítimas desse ritual.
"Engomar" os seios é uma prática ou tradição transmitida de mãe para filha. "Aprendi-a com a minha mãe, pouco antes do casamento e a título de preparação para a vida conjugal que todas as mães dão às filhas. Desde então, aplico-a a todas as minhas filhas", afirma Christine Ngatchou. Surpreendida por saber que esta prática é perigosa, explica que a massagem dos seios, quando começam a desenvolver-se antes dos 14 anos, faz parte dos rudimentos da boa conduta que todas as mulheres devem conhecer antes de chegar ao casamento.
O objectivo dos pais é sempre o mesmo: fazer desaparecer o peito da adolescente, para ela não atrair os rapazes, prosseguir os estudos e não iniciar relações sexuais precoces com o risco de engravidar. Esta prática não só é dolorosa como é perigosíssima. Consequências? Perturbações e doenças como desaparecimento total ou deformação forçada do peito, cancro, etc.

Confesso que fiquei surpreendida quando tomei conhecimento da existência dessa prática, tendo sido o suficiente para que eu também sentisse dores no peito.
Gostaria é de saber como seria possível uma mulher "sem peito", com filhos recém-nascidos, poder dar-lhes mamar. Pois, pelo que nós todos sabemos, o acto de mamar é crucial para os bebés, não só em termos de alimentação como para o desenvolvimento do vínculo mãe-filho(a).
E não só! Os seios, constituem um indicativo fundamental da feminilidade. Se realmente o "engomar" dos seios serve para impedir o desenvolvimento da feminilidade, então a mulher deixará, em parte, de ser mulher. Isto é, "rouba-se", em parte, uma identidade (feminina) que pertence a nós, mulheres.
Contudo, o "engomar" dos seios não é apenas prejudicial à mulher como também aos filhos, sobretudo recém nascidos, que ela virá a ter, por causa do leite.

1 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home